Vendas de scooters Honda crescem no 1º quadrimestre

PCX é a scooter mais vendida do Brasil

Homens, mulheres, executivos, estudantes, motociclistas, usuários de automóveis ou transporte público. Seja qual for o perfil, o segmento de scooters tem atraído cada vez mais adeptos pela praticidade e economia proporcionada no dia a dia. E este movimento vem sendo sentido principalmente pela Honda.

Lançada há exatamente 2 anos, a PCX é a líder absoluta da categoria. De janeiro a abril deste ano foram vendidas 8.201 unidades do modelo. O resultado representa um crescimento de 57% em relação ao mesmo período do ano passado. Somando-se ainda os números da Lead 110, modelo de sucesso no Brasil desde 2009, a empresa reforça sua liderança nacional na categoria com 78% de market share no fechamento do quadrimestre.

Entre os atributos que atraem os mais diferentes perfis de público para o segmento de scooters, destaque também para a estrutura versátil e compacta, design moderno, eficiência no consumo de combustível, fácil pilotagem devido à transmissão automática, freios combinados (CBS), compartimento para capacete e bagagem. A Honda PCX conta ainda com o sistema Idling Stop. A tecnologia, inédita no País, permite que, com a scooter parada, o motor cesse o funcionamento após três segundos em marcha lenta e ligue automaticamente assim que o acelerador for utilizado. O resultado é a redução no consumo de combustível e consequente baixa emissão de poluentes.

***

S2Publicom / Letícia Sangaletti

Vendas de scooters Honda crescem no 1º quadrimestre